Amêndoa – preço ao produtor e benefícios para saúde

Posted on 04/07/2014 by Plubee No Comments

amendoaA cultura da amêndoa tem tradição em Portugal, com as zonas de plantação mais relevantes a situarem-se em Trás-os-Montes e Algarve. Este artigo sobre a amêndoa irá proporcionar dados sobre as explorações de amêndoa em Portugal, preços médios de venda em mercados abastecedores de produção e os benefícios do consumo da amêndoa.

Amêndoa – caracterização das plantações de amendoeira

De acordo com dados de 2004, a plantação de amendoeira em Portugal tinha em média 1,5 Hectares de dimensão, sendo uma cultura em muitos casos de sequeiro orientada não apenas para uma perspectiva comercial mas também de preservação ambiental. De acordo com dados do ministério da agricultura, em 2003 com uma área alocada para produção de amêndoa de 38.113 hectares foram produzidos 23.829 toneladas de amêndoa, o que implica uma produtividade de cerca de 625 Kg por hectar, um valor que se justifica pelo facto de muitas explorações produzirem em regime de sequeiro. Em 2012, os EUA por exemplo produziram cerca de 720.000 toneladas com 315000 hectares, o que aumenta a sua produtividade para valores na ordem das 2,28 toneladas por hectar (regimes de regadio).

Amêndoa – preço de venda ao produtor

amêndoa preçoA tabela e gráfico aqui apresentados ilustram a evolução do preço da amêndoa ao produtor. De acordo com as produtividades mencionadas acima de 2,28 toneladas por hectar para amêndoa sem casca. Conseguindo vender a preços de 5,93€ o Kg, a rentabilidade por hectar poderia ascender a valores próximos dos 9 euros. Alertamos no entanto de que o preço de 5,93€ o Kg é um preço em mercado abastecedor de produção o que já implica um tratamento de limpeza e calibração do produto, o que por si mesmo tem custos para o produtor. É fundamental aconselhar-se bem com um técnico agrónomo para estimar todos os custos que terá com a produção e colocação da amêndoa para escoamento.

 

Amêndoa – benefícios para a saúde

A amêndoa assume um papel importante na nossa saúde pela nutrição que o seu consumo pode proporcionar. A amêndoa natural, sem sal é um ótimo snack com imenso conteúdo em minerais, sendo um dos frutos secos mais saudáveis. Uma mão de amêndo por dia contribui para a boa saúde do coração, previne ganhos de peso e pode ajudar a combater doenças como a diabetes e Alzheimer’s.

Um consumo diário de 23 amêndoas por dia é uma forma fácil de incorporar nutrientes importantes na sua dieta. A amêndoa é rica em vitamina E, cálcio, magnésio e potássio. Para além disso, é uma excelente fonte de proteína e fibra, com um baixo conteúdo de açúcar. Um pack de 23 amêndoas traz-lhe cerca de 13 gramas das saudáveis gorduras não saturadas, 1 grama de gordura saturada e zero de colesterol e sal, com um teor calórico de apenas 160 calorias.


Amêndoa – saúde do sistema cardiovascular

De acordo com especialistas em saúde, o consumo diário de amêndoa pode reduzir o risco de doenças do coração. Muitos dos nutrientes na amêndoa, beneficiam este órgão, como por exemplo o magnésio que é crítico na prevenção de ataques cardíacos e hipertensão. Muitos estudos provaram que o consumo de amêndoa pode ajudar a reduzir o mau colesterol e preservar o bom colesterol.

Amêndoa – controlo de peso


A amêndoa é um excelente fruto seco que ajuda a manter um peso saudável. A fibra, proteína e conteúdo de gordura, implicam que apenas necessita de uma mão-cheia para o ajudar a sentir-se cheio, sem apetite e satisfeito, bloqueando a vontade de comer demais. De acordo com artigos de revistas como a Fitness, o seu teor em magnésio ajuda a controlar o nível de açúcar do sangue. Há ainda quem defenda que ajudam a bloquear a absorção de calorias por parte do corpo humano. São no entanto altas em calorias pelo que o seu consumo deve ser controlado.

Amêndoa – outros benefícios para a saúde

A amêndoa pode ajudar a promover a saúde gastrointestinal e mesmo combater as diabetes com o seu conteúdo alto em fibra e o facto de servir de sustento para bactérias boas alojadas no nosso intestino, permitindo que estas se mantenham equilibradas no nosso corpo.


Post a Comment

Your email is never published or shared. Required fields are marked *