Castanhas – fonte de nutrição e rendimento

Posted on 01/12/2013 by Plubee No Comments

castanhasAs castanhas são um alimento extremamente nutritivo e cuja produção pode apresentar uma óptima fonte de rendimento adicional para um produtor.

Neste artigo iremos focar-nos no valor nutritivo das castanhas, incluindo uma curiosidade sobre a diferença energética entre castanhas assadas, cozidas e cruas.

Na parte final iremos abordar as castanhas enquanto cultura agrícola, o seu preço de venda em 2013, produtividades por hectar e potencial económico numa exploração agrícola.

Embora não faça parte da análise deste artigo, chamamos a atenção para oportunidades de mercado existentes no mercado norte-americano que é deficitário em produção de castanha, face a uma procura crescente.

Os EUA importam anualmente grandes quantidades de castanha de grandes países produtores como a China e Coreia do Sul (costa oeste) e Itália e Turquia (costa este) para satisfazerem a sua procura interna (últimos dados apontam para importações a rondar as 4.000 toneladas e com tendência de crescimento), dado que não são muitas as quintas existentes a dedicarem-se ao cultivo deste fruto.

Castanhas – valor nutritivo

As castanhas contém uma boa quantidade de hidratos de carbono, reduzido teor de gordura e uma boa fonte de minerais.

Valor nutritivo das castanhas (cozidas):

– Calorias por 100 gramas: 131 kcal;

– Hidratos de Carbono: 28 gr;

– Lípidos: 1,4 gr;

– Proteína: 2 gr,

– Sódio: 27 mg;

– Potássio: 715 mg;

Fonte: Departamento de Agricultura dos EUA.

Veja o link abaixo sobre as diferenças de castanhas assadas, cozidas ou cruas para ver a tabela completa do valor nutritivo das castanhas.

Castanhas – aposta agrícola e como fonte de rendimento

Segundo publicações da FAO, produzem-se mais de 1 milhão de toneladas de castanhas anualmente numa superfície que se aproxima dos 350.000 hectares. A Coreia do Sul e a China são os maiores produtores do mundo, responsáveis pela produção de cerca de 70% do total produzido no mundo. Na Europa, Itália e Portugal são produtores relevantes também com 4% e 3% respectivamente.

Em Portugal, os preços das Castanhas ao produtor entre Outubro e Novembro de 2013 têm vindo a oscilar entre os 2€ e os 2,5€ de preço máximo.


De acordo com um estudo do Ministério da Agricultura a produtividade em Portugal é muito baixa, cifrando-se em cerca de 1000 kg / ha, o que possivelmente é também resultado da existência de explorações pequenas e fragmentadas (pouca profissionalização/especialização nesta cultura).  De acordo com dados disponíveis na internet, a produtividade por hectar pode atingir as 3 a 5 toneladas aos 8 anos de vida. Isto equivale a uma produção de 30kgs a 50kgs de fruto por árvore num hectar com 100 árvores (espaçamento 10x10metros).

Uma produtividade de 5.000 kg por hectar permitiria ao agricultor conseguir vendas na ordem dos 10.000 a 12.500 euros, o que é um rendimento em linha com o de outras culturas. Claro está que estamos a falar em produtividades que podem aumentar dado que um castanheiro atinge produtividades máximas ao fim de 50 anos, ou seja, é um investimento a muito longo prazo. No entanto há sempre que ter em conta que os custos com a apanha no caso da castanha são substancialmente maiores precisamente dada a dimensão que estas árvores podem atingir.

> Clique aqui para saber mais sobre “Plantar Castanheiros”

> Clique aqui para ver a diferença calórica entre castanhas cozidas, assadas e cruas

Post a Comment

Your email is never published or shared. Required fields are marked *